Evair, Evair Paulino, Evair 9, Contrate Evair, Contratar Evair para eventos, Contratar Evair, Contratar atletas para eventos,  contratar atletas,  atletas para eventos, atletas para eventos corporativos, evair contato, contato evair
Os Melhores Palestrantes do Brasil | Palestras e Palestrantes | Contratar Palestras
Os Melhores Palestrantes do Brasil | Palestras e Palestrantes | Contratar Palestras
Os Melhores Palestrantes do Brasil | Palestras e Palestrantes | Contratar Palestras
Os Melhores Palestrantes do Brasil | Palestras e Palestrantes | Contratar Palestras

veja também

EVAIR

Atletas Para Eventos, Contratar Atletas para eventos, contratar atletas, atletas para eventos corporativos, contrtar jogadores, jogadores par eventos

O jornalista Roberto Avallone o apelidou de "El Matador". Evair Aparecido Paulino, o Evair, tinha motivos para ser temido, principalmente por defesas adversárias. Goleador nato, ele brilhou em quase todos os time que defendeu.

Nascido em Minas Gerais, começou a carreira no Guarani e ganhou sua primeira chance na equipe principal bugrina em 1985. No ano seguinte, o centroavante foi um dos destaques do time bugrino vice-campeão brasileiro (perdeu na final para o São Paulo, nos pênaltis). Evair também foi o vice-artilheiro da competição, ficou atrás de Careca.

 

O goleador permaneceu vestindo a camisa do Guarani até 1988, ano em que o clube campineiro chegou mais uma vez próximo de um título importante.


Contratado pela Atalanta, da Itália, Evair manteve a fama de goleador. Seu retorno para o Brasil aconteceu em 1991 para o Palmeiras. Conquistou os torcedores alviverdes que viviam um longo jejum de títulos (desde 1976 o Palmeiras não ganhava um campeonato importante). Evair foi um dos heróis do Verdão na vitoriosa campanha do Paulistão de 93. Na final contra o Corinthians, no Morumbi, o Palmeiras venceu a partida por 4 a 0 "El Matador" foi autor de dois gols naquele jogo.

 

Também ajudou o Palmeiras a vencer os brasileiros de 93 e 94 e o Paulista de 94. Deixou o alviverde no final de 94 para defender o Yokohama Flugels, do Japão, onde permaneceu até 1996.
Retornou ao Brasil para defender o Clube Atlético Mineiro. Em 1997 foi contratado pelo Vasco da Gama, com o estilo "garçom", fez várias assistências para seus companheiros, principalmente para Edmundo, artilheiro do Campeonato Brasileiro de 97. E com uma dupla tão afinada o Vasco garantiu aquele nacional.

 

O goleador foi a principal contratação da Portuguesa para o Paulistão de 98, seguiu marcando gols pelo time do Canindé e por pouco não disputou mais uma final de Paulista. A Lusa perdeu na semifinal do estadual para o Corinthians, no Morumbi, em partida polêmica que teve como juiz o argentino Castrilli. Muitos portugueses até hoje reclamam da arbitragem daquele jogo.


Em 1999, o retorno ao Palmeiras e a conquista da Libertadores da América. Na final da competição sul-americana, o Palmeiras derrotou o Deportivo Cali por 2 a 1, no tempo normal, e depois nos pênaltis. Evair marcou de pênalti no tempo normal e também converteu sua cobrança na dramática decisão das penalidades. Ele deixou o Palmeiras com a incrível marca de 127 gols em 245 jogos.

No ano seguinte, foi defender outro grande clube paulista: o São Paulo, fez parte do elenco campeão do Paulistão de 2000. Fez 31 jogos e marcou nove gols pelo São Paulo Futebol Clube.


Depois do São Paulo, seguiu marcando gols por Coritiba, Figueirense e Goiás. Gostou tanto de Goiânia que resolveu morar naquela cidade, e começou a carreira de treinador no Vila Nova (GO).

Para contratar Evair, entre em contato com a Connect.